Mulher afirma que foi expulsa do curral dourado por se vestir de forma 'muito provocante' — 2022

mulher pediu para sair do curral dourado por vestir-se inadequadamente

Uma mulher agora está alegando que um gerente pede a remoção dela de um Golden Corral restaurante por causa de sua roupa. Alguns restaurantes têm códigos de vestimenta, mas Golden Corral parece um dos muitos que não têm. Sueretta Emke, de 25 anos, diz que o Golden Corral em Erie, Pensilvânia, erroneamente diz a ela para ir embora por causa do que estava vestindo.

Sueretta dirige por uma hora até este Golden Corral que oferece um buffet livre com seu marido e filho. É para celebrar o filho de seu filho aniversário com seus amigos. Quando ela foi buscar comida, Sueretta disse que um gerente disse que ela estava vestida de forma 'provocante demais' e que precisava ir embora.

O que o gerente do Golden Corral tinha a dizer

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1726917174120424&set=a.174931179319039&type=3&theater



Sueretta acessou o Facebook para explicar o que aconteceu. “Expliquei que dirigimos uma hora até lá ... Eu não tinha apenas roupas para vestir, mas ele não se importou. Ele nunca me diria exatamente o que eu estava mostrando demais quando perguntei à queima-roupa o que estava mostrando demais. Ele responderia que não cabia a ele dizer. '



Além disso, ela diz que o gerente diz que recebe uma reclamação sobre a roupa dela , que é o que o leva a pedir que ela troque de roupa ou saia.



Sueretta e sua família

Sueretta e sua família / Facebook

Sueretta falou com NBC News sobre a situação. Supostamente, quando ela pergunta ao gerente se eles têm um código de vestimenta, ele diz que não, 'mas é um restaurante familiar, então, se alguém reclamar, nós intervimos'. Ela então continua com 'E se eu estiver lá e tiver um problema com o traje religioso de alguém, você faria com que ele saia?'

O gerente aparentemente não tem resposta para isso. Sueretta aparentemente foi para o dono da franquia depois para reclamar sobre o que aconteceu , mas ele defende a decisão do gerente do local.



Sueretta Emke e seu marido

Sueretta Emke e seu marido / Facebook

Um executivo da Golden Corral estende a mão

Golden Corral não fez comentários quando questionado pela NBC News. Sueretta afirmou que viu outros clientes no restaurante com roupas mais reveladoras do que ela. Ela acredita que eles a discriminam por causa de seu tamanho. “Eu realmente acredito que algo me foi dito porque eu não sou magro, então não é considerado sexy ,' ela disse.

Felizmente, Sueretta foi capaz de informar a todos que um consultor de negócios da franquia Golden Corral entrou em contato. Eles passaram a se desculpar profundamente pelo que aconteceu. Ela explica em um comentário no Facebook sobre a postagem original.

sueretta emke facebook

Sueretta Emke comentário no Facebook / Facebook

Na carta do Golden Corral consultor , eles dizem: 'Tenha certeza de que a Franquia e eu estamos analisando suas preocupações e tomando todas as medidas corretivas adequadas.'

Sueretta explica que no top que ela estava usando no Golden Corral, que era seu primeiro top crop de todos os tempos. Ela se tornou confiante o suficiente para usar um em público, apesar de seu tamanho e dos padrões de beleza de hoje. Depois do que ela experimentou, ela disse: “Eu realmente me senti bonita nisso e agora eu nunca mais quero usar essa camisa de novo . '

Esta não seria a primeira vez que alguém seria expulso de um lugar por um motivo estúpido.

Dê uma olhada nesta história onde dois adolescentes começaram um voo porque a companhia aérea não aceitou sua alergia a amendoim !